Saudade

quinta-feira, janeiro 26, 2017


A gente nunca acha que vai perder alguém. Nunca espera, não aceita. É difícil pensar em alguém tão jovem, cheio de vida e saber que ele não está mais aqui fisicamente. Lembrar de como seu abraço era bom e saber que não posso mais senti-lo. É estranho. É muito estranho não ter você por aqui amigo.

É olhar pra todo canto e lembrar de você. É passar por onde nos abraçamos pela última vez e conter a lágrima. É lembrar da sua risada e sorrir também. É ver um carro igual ao seu e torcer pra você abrir a porta e sair de dentro dele sorrindo. É esperar uma mensagem sua perguntando onde vamos comer essa noite. É ver qualquer coisa do Harry Potter e querer te mostrar. É falar uma besteira e esperar você me zoar e morrer de rir junto. É parar por um segundo e me perguntar o tempo todo: "Porque?".

Ainda não fui a todos os lugares que me lembram você. Mas a cada ida é uma lembrança. Uma dor inevitável. Uma pontinha de saudade que vai crescendo aqui dentro e tomando conta a cada vez que me dou conta de que você não estará mais lá com a gente. Você que em 3 meses conseguiu marcar toda a minha graduação. Que literalmente, desde o primeiro dia foi meu amigo, me apoiou, me ajudou, me acolheu.

É amigo, você me disse que tudo ficaria bem, que éramos uma família e que eu podia até morar com você. E a única coisa que eu queria agora era morar no seu abraço. Não tá nada fácil. Apesar de nunca dizer nada a ninguém, ou nunca me permitir chorar na frente dos meus amigos, não ta sendo fácil.

Eu espero de verdade que esteja bem onde está e que um dia a gente possa se ver de novo, rir de tudo junto e comer muita besteira. Espero que não seja tão difícil assim a cada vez que algo me lembrar de você. E espero ainda mais que saiba exatamente o quanto você foi importante nessa fase da minha vida. Saudades gordinho delícia! Você faz muita falta aqui.


Outros posts interessantes para você

0 comentários

Seu comentário é super bem-vindo! Obrigada pela visita! :)