Pequena felicidade

sábado, abril 18, 2015

Poderia começar esse texto com a frase de algum desses "filósofos" da vida como: "tu quer mentir pra mentiroso?". Mas não. Não sei o que é isso. Sempre fui do tipo de pessoa que se perde na mentira e logo entrega o jogo. Às vezes, sincera até demais. Não sei guardar, não sei esconder, não sei mascarar e muito menos mentir. Sempre achei que a mentira doesse muito em quem a ouvia. Hoje vejo que não. Quem mente, só engana a si próprio. O mentiroso na maioria das vezes, se acha o ser mais esperto do mundo. Não percebe que os outros o enxergam em sua imensidão de vazio. Hoje em dia, é o que mais vejo por aí. Pessoas vazias, que procuram coisas inúteis para se sentirem completos. Festas, noitadas, drogas, diversão passageira. Procuram a felicidade em algo que as tirem da sua realidade. Têm medo de enfrentar a vida, o vazio. Medo de se encarar de frente e perceber o tempo que está perdendo com coisas inúteis. Se descrevem como os melhores do mundo, 'os caras'. E por dentro, nada.

Por diversas vezes, procurei felicidade imediata. Quem nunca foi pra uma festa e tomou um porre pra ficar alegre? Quem nunca beijou alguém por beijar, pra não ser rotulado sozinho? Quem nunca foi pra balada pra esquecer os problemas? Sim, já procurei felicidade imediata. Não encontrei. Com o tempo, percebi que a minha felicidade, dependia única e exclusivamente de uma pessoa: eu! Coisas que jamais percebi, começaram a me mudar, fazer bem. Inúmeras vezes fui taxada de careta, chata, controladora. Até o dia em que aprendi, que só posso controlar as minhas atitudes. Só. 

O que o outro faz, machuca. Se amo alguém, o quero bem. Se você sofre, sofro junto. Mas não deixo passar a minha pequena felicidade. Aquela pequena, de quando eu chego em casa e recebo meus amados. Aquela pequena de quando sou recompensada com uma nota boa na prova em que me esforcei. Aquela pequena de quando vejo quantos amigos estão ao meu lado. Aquela pequena, que só eu posso conquistar e reconquistar, um dia de cada vez.

A minha história, ,é contada a cada dia. Não inventada. Em cada manhã, me levanto da cama com a certeza de que farei a diferença em algum momento do dia. Com o meu esforço, a minha dedicação e a minha vontade, sei que vou conquistar o que eu quiser. E hoje, só por hoje, eu quero a minha pequena felicidade.

Outros posts interessantes para você

0 comentários

Seu comentário é super bem-vindo! Obrigada pela visita! :)