Amor além do dia

sábado, fevereiro 08, 2014

 

E ela o amava mais a cada madrugada. Ah, as madrugadas...
Era o momento em que ela estava livre de todas as tarefas do dia, livre de cada ocupação que procurava para que ele não voltasse. Mas ele sempre voltava. Uma hora, acabava voltando.
Era a hora em que ela se esquecia de ser durona e simplesmente se permitia amar. Ouvia canções de amor, via fotos felizes, relia poemas e promessas. 
Acreditava que nenhum outro seria igual. Amor nenhum era capaz de superar o estrago que ele havia feito. Para ela, era sempre 'oito ou oitenta'. Ou ele a amaria para sempre, ou jamais a teria amado.
Em dias ensolarados, acreditava que fora um sonho. O amor mais puro e doce ao qual havia sonhado pouco antes de despertar.
Nas madrugadas, ela simplesmente o amava.

Outros posts interessantes para você

4 comentários

  1. Ahhww,que lindo.
    Simplesmente amei!

    Beijos

    Nova postagem || http://feninas.blogspot.com/2014/02/creme-para-pentear-gota-cosmeticos-oleo.html

    ResponderExcluir
  2. Que lindooooo... você escreve muito bem!
    Amei, beijos

    http://mudeeabuse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo! Obrigada pela visita! :)