O homem que não existia.

segunda-feira, julho 01, 2013



 Você se acha melhor do que eu só porque não demonstra seus sentimentos. Se acha mais forte por ser o ‘coração de pedra’ que não sente nada. Pobre desses que não sentem nada e não existem também. Pra sentir, basta estar vivo e isso meu bem , é evidente que você está. O dia em que tudo acabar, direi com satisfação que amei muito e que todos sabiam disso. Todos mesmo, principalmente os que eu mais amava. Mentir, fingir, esconder... Pra que? E perder a graciosidade de um sorriso de quem ouve ‘Eu te amo’. E perder o frio na barriga, os olhos vibrantes, mãos suadas e coração disparado.  E perder amor, a chance de ver teu sorriso bobo e os seus olhos brilhando ao som da minha voz. Ah não...Isso eu não perderia por nada.

Outros posts interessantes para você

1 comentários

  1. Pra quê, meu amor, pra quê?

    Amulherqueeugostariadeser.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é super bem-vindo! Obrigada pela visita! :)