Pensei nisso outro dia...

quinta-feira, maio 23, 2013




A verdade é que é um saco gostar de você. Eu nunca ouvi falar da metade das coisas que você gosta, mas me tira do sério a ideia irritante de gostar de tudo que vem de você. A vontade de decifrar suas ideias malucas supera meus medos de reprovação. É rock, é nacional; é daqui, de lá, de Cuba talvez. É agora ou na volta; é do papel ou do vídeo. É tudo isso e talvez mais um pouco. É um gostar clandestino, não era pra ser, não é pra ficar, mas sempre acaba ficando. Se é certo ou não, você acaba me convencendo.Me compra, me ganha, me olha nos olhos e pronto, me perco. Sabe bem o que me dizer e quando dizer. Sabe de tudo que rola, só não sabe se calar. Você tenta, vence, luta, mas enjoa. Se da por vencido e diz que vai partir. Sabe de tudo sim, só não sabe que te quero por aqui. É uma pena meu bem, pensar que pode acabar antes mesmo de começar. Eu poderia me acostumar e te deixar ficar. Mostrar-te nossas diferenças, te apresentar o meu vasto e inapropriado gosto musical, fazer-te um carinho enquanto descansa e acordar bem cedo com o latido dos cães. É estranhamente doce, mas a verdade é que é um saco gostar de você.

Outros posts interessantes para você

0 comentários

Seu comentário é super bem-vindo! Obrigada pela visita! :)